quinta-feira, 15 de março de 2007


Inspirada pelo poema sobre a blogosfera do Flávio e da complementação coletiva..., também adoro um bom choppinho, uma taça de vinho, um bloody Mary ou uma boa caipirinha e um olhar expressivo, um toque físico... enfim... estar junto. Mas o que é 'estar junto'? Podemos estar no fusca do Ernesto e estar a porrilhões de quilômetros um do outro... Aprendi neste ciberespaço intrigante que podemos estar muito 'juntos', tão juntos ou mais (o que continua a me surpreender) do que pessoas convivendo presencial e cotidianamente. "Mas a distância, ai, a distância..." provoca, é ao mesmo tempo maravilhoso e altamente frustrante e nos dá o privilégio de conhecer mais a fundo as pessoas!! O poema da Zuleica aponta pra isso...

8 comentários:

Ti Bell disse...

Anne,

Sábias palavras... A solidão não tem qualquer correlação com o fato de estar só....

OBS: Bom estar por aqui também!!

udi disse...

Obrigada por expressar tão bem o que eu gostaria de dizer.

No entanto, confesso que não são muitas as amizades feitas exclusivamente via blogosfera... você e o Ernesto vieram através do Flavio que conheço pessoalmente. Está sendo uma experiência maravilhosa.

Anônimo disse...

Grande Anne. Através de um texto sobre a amizade agiganta seu carinho - ao homenagear os ciber-amigos - optando por colocar na ponta de sua caneta(ou de seus dedos),as expressões de cada um.
Generosa...(como sempre.)
Lú.

Ernesto Dias Jr. disse...

Nunca me interessei por comunidades virtuais. Elas parecem tão chatas! De repente vi-me pertencendo a uma. Confesso que ainda sinto falta do choppinho no fim da tarde. Mas confesso também que, se esta aqui desaparecesse de repente, eu ia sentir uma falta imensa das pessoas.

Anne M. Moor disse...

Ti: A solidão provoca as carências ou seria ao contrário????

Udi: De nada minha amiga... Tu conheces presencialmente um de nós... Eu nenhum AINDA... Espero um dia poder sentar em um lugar qquer e tomarmos o tal choppinho todos juntos...

Lú: Não canso de me surpreender com as leitura que fazes de mim!!! Depois sou eu a que conheço as almas :-)

Ernesto: Entrei nesta comunidade por causa de ti que conheci por acaso (aliás NADA é por acaso, se tem uma coisa nessa vida da qual tenho certeza, é essa) on the web. Como não conhecia vcs, nem sei se vcs todos são de SP, tenho a impressão que fomos construindo esta "comunidade" juntos stretching out to each other... Muito bom mesmo...

Maria disse...

Que distancia é esta que não existe. Podemos estar juntas quando queremos, mas é neste espaço de palavras e letras que nos encontramos em alma. Nestas horas o estar só é cumplicidade e entendimento.

Anne M. Moor disse...

Maria: Como sempre na mosca!

Ti disse...

Anne,

Não precisa nem dizer... Tudo na vida é uma questão de você estar bem com você mesmo... Como dizia um antigo "filósofo"... Ame ao próximo como a ti mesmo..."

Ernesto,

Que tal um choppinho? Quando iremos organizar um?