quarta-feira, 8 de agosto de 2007

VENTO FORTE


...........................Para Mario Quintana

O vento aqui não pára.

Nem um segundo,
nem um pouquinho.

Ah, se eu fosse moinho...

Fabio Rocha
Figura: cadadiaumapoesia.zip.net

12 comentários:

Udi disse...

Será que esse vento levou todos os nossos amigos bloguelígenas?
O Walmir, sei que está em Santos... mas e os demais?

Anne M. Moor disse...

Devem ter congelado com o frio rsrsrsrs... Bom te ver por aqui...
Bjos

Lucas Ninno disse...

Ah se a gente fosse um moinho!
Pra triturar nossos sonhos tão mesquinhos
Pra reduzir as ilusões a pó...

Anne M. Moor disse...

A vida é feita de sonhos e ilusões. Nos ajudam a caminhar pra frente...

Ti disse...

Udi e Anne,

Peguei carona com o vento e adivinha aonde eu vim parar...

Beijos

Flavio Ferrari disse...

A ideia se ser um moinho é muito triste.

Anne M. Moor disse...

Ser moinho (de vento) para aproveitar a energia dos "ventos"... E não de triturar tudo... Os ventos, como bem disse a Ti, nos levam a lugares - bons e ruins - mas nos movimentam...
Não fica triste... :-)

Udi disse...

Ti: "pegar carona no vento" é uma imagem completamente a tua cara. Esse comentário é quase um poema. Que tal arriscar-se em versos?
beijos prás duas!

Jorge Lemos disse...

Sei quando o vento revela
as coisas que quer dizer!
Cada vento tem seu jeito de falar,
como cada mulher
tem sua forma de amar...
(Das Noites Claras)

Anne M. Moor disse...

Obrigada gente... O interessante dos blogs é que os comentários completam o texto postado...

Lucas Ninno disse...

Quando trituramos os sonhos mesquinhos e as ilusões, damos lugar para os grandes sonhos e esperanças entrarem na nossa vida.

foi isso que quis dizer

;)

É! disse...

Lembrei de Cartola...
"Ouça-me bem amor
Preste atenção o mundo é um moinho
Vai triturar teus sonhos, tão mesquinhos.
Vai reduzir as ilusões à pó"