sexta-feira, 20 de junho de 2008

Felicidade

Geladinho nas costas
calorzinho na pança
escraxado no chão
entre amigos...
Aiiiiiiiiiii que bom!

14 comentários:

A.Tapadinhas disse...

Lindo! Os animais sabem relaxar... A consciência do seu poder também ajuda! Entre nós, mais poder,é igual a maior protecção e mais stress...
Beijo sem stress.
António

Suzana disse...

Quando se esta verdadeiramente entre amigos não há frio, só mesmo o geladinho gostoso!
bjs

disse...

Ai que gostozinho!

Anne M. Moor disse...

António,
Os animais não tem medo de relaxar e serem amigos...
Beijos sem stress :-)

Anne M. Moor disse...

Suzana:
Amigos são uma necessidade!!

Anne M. Moor disse...

Lú,
E não é... A cara de satisfeito do urso não é linda?

Flavio Ferrari disse...

A descrição me lembrou um bacanal no chão da cozinha ... mas essa é outra história.
E não é que a Suzana também postou ursos lá no seu Poética sem Métrica ?
E eu, que descendo de índios e pouco pelo tenho, vou ficar devendo às moças nesse inverno...

Suzana disse...

F.F. os ursinhos estão lá no TEAR.
No Potrica sem Métrica a postagem é outra!
beijinhos

e.t.:Comprei um aquecedor.kkk

Anne M. Moor disse...

Flávio... hahahahahahaha
Beijão seu sumido!

ana disse...

Anne, no me olvido de vosotros aunque no venga ya demasiado. Es una etapa diferente, más relajada y dedicada a otras cosas. Un beso como siempre, fuerrrrrte,
ana

Anne M. Moor disse...

Ana,
Que bueno verte por acá y más calma... Siento tu falta pero me alegra que esteas sintiendote mejor.
Beso imenso de saudades :-)

Jorge Lemos disse...

Perdoe-me o pessimismo:
mas até quando? Já que o degelo
avança e o efeito estufa agrava.
Breve será apenas uma lembrança este friozinho amigo.

É, o ser humano não aprende nunca!
Bjs.

Érica disse...

hahahaha, que imagem foooooooooooofa!
Lembrei de uma música que minha vó vivia cantando:

Não quero outra vida
Pescando o Rio de jereré
Tem um peixe bom
Tem siri-patola
De dá com pé
Quando no terreiro
Faz noite de luá
E vem a saudade
Me atormentá
Eu me vingo dela
Tocando viola de papo pro á


(como a gente acha TUDO na internet, né? lembrei da música por causa do papo pro ar, perguntei pra vó, mas ela não lembrava mais, aí fui procurar e descobri ainda que é de um "tal de Joubert de Carvalho")

Anne M. Moor disse...

Tinha me esquecido dessa música!!! Obrigada por me lembrar..
Beijão