quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Angústia


A angústia surge do nada com vontade própria
A angústia rouba o amanhã do prazer de viver
A angústia aperta a alma como dedos na goela
A angústia reduz a possibilidade de enxergar
A angústia fecha as janelas do pensamento coerente
A angústia é um atraso de vida!

Vontade sobrepõe-se às mazelas do sofrer
Prazer brota do fundo do ser que se ama
Aperto na garganta traz átona a reflexão
Mirada atravessa portas e janelas em direção ao
Pensamento profundo sobre a
Vida em ebulição e pleno andar!

© Anne M. Moor

15 comentários:

Jan disse...

Respirar.


Um suspiro bem fundo.


Desligar



Um bicho de estimação no colo.
toda anteção nele e em seus olhinhos.


O vento nas árvores.


Pensar no que faz feliz.




E aquela que lá estava, já nem se lembra mais o nome.



=**

A.Tapadinhas disse...

Bota alegria e que tudo o mais vá pró Inferno!
Por falar em angústia: O que se passa com o Prozac que só vejo o lado direito? Está em paragem técnica?
Beijo.
Antoónio

Anne M. Moor disse...

António:
Concordo, mas as vezes o inferno parece tão perto ao mesmo tempo que tãoooooooooooooooo longe!!

O Prozac está assim desde hoje de tarde... Não sei por que...

Beijos menos angustiados :-)

Anne M. Moor disse...

Janice querida!
Obrigada pelo carinho...

Beijão

Flavio Ferrari disse...

Quando a ansiedade
Bate a mil
Rivotril

Michele Moura disse...

Não sei bem porque mas lembrei de um conto da Kate Chopin: "The story of an hour". O sentimento humano vai de um extremo a outro com uma velocidade fascinante. =)

Anne M. Moor disse...

Flávio:
Hahahahaahhhaa. É uma.

Beijos

Anne M. Moor disse...

Michele,
Esse é o delírio de viver :-)

Beijossss

Jorge Lemos disse...

Os extremos se unem
nem que seja por simples
ilusão de óptica.

Este o especial valor
dos sentimentos:
lagrimas de contentamentoe da dor
percorrem o mesmo caminho.
Daí.....


Valeu amiga
Lemos

Anne M. Moor disse...

Jorge,
Os meandros da vida...

Grande abraço

Suzana disse...

Angustia é uma ansiedade triste.

Anne M. Moor disse...

Mas as vezes serve pra fazer as coisas andarem...

Grande beijo

AC Rangel disse...

Angústia infindável. Dor sem remédio. Rebelar-se. Lutar.
Linda poesia. E obrigao por tudo.
Beijo

Anne M. Moor disse...

Bem vindo ao Life... Living... Rangel. Entra e sintas-te a vontade pra passear pelos temas que acharás no menu da direita.

Obrigada pela visita. Volta sempre.

Abraços

Walmir Lima disse...

Sei do que falas, minha amiga. Minha vida é essa 'ebulição' toda.