sábado, 24 de outubro de 2009

Eu não sou eu


Eu não sou eu.
Eu sou alguém que caminha a meu lado.
Que permanece em silêncio quando estou falando.
Que perdoa e esquece quando estou irado, esbravejando.
Que segue sereno quando estou aflito, sofrendo.
E que estará de pé quando eu estiver morrendo.
Eu não sou eu.
Eu sou alguém que caminha a meu lado.

by Juan Ramón Jiménez

6 comentários:

Ava disse...

Anne, o engraçado é que já me sentí assim muitas vezes... ou me sinto... Duas em uma...
Uma forte, que tudo enfrenta, sem medo... sem fraquejos...

Outra frágil, cheia de medos e insegurançãs...

Essa dubiedade de personalidade as vezes é tão estranha...Mas penso eu ser nossas defesas... Nossa maneira de nos mostrar para a vida...

Beijos e lindo domingo!

Anne disse...

Ah Ava,
Somos tantos 'eus' que as vezes nos perdemos!!!

Beijos e bom domingo!
Anne

vittorio disse...

Um dos muitos eus, talvez aquele que sejamos de fato.
Uma centelha da criação, o infinio na finitude da nossa breve exisência.
Breve, fugaz mas repleta de magia, a poesia dos sons, das cores e das formas. A dar sentido, e a nos fazer sentir a nossa humanidade.
Pirilumes, a vagar pelo espaço da criação divina.
Beijos

Anne M. Moor disse...

Vittorio
rsrsrs Gostaste da palavra 'Pirilumes' :-)

Somos um conjunto de eus, muitos dos quais nem conhecemos muito bem...

Beijos
Anne

SHE disse...

A veces sentimos un vacìo incierto, es verdad, las pequeñas dudas.... pero a pesar de llo, el valor nos nace de las entrañas y afrontamos.

abrazos grandes Anne!

Anne M. Moor disse...

SHE
Que bueno tenerte acá!

Y vamos siempre afrontar la vida...

Besos