quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Não sei...


Dois anos se passaram...
Período de aprender a
viver sem ela. Minha amiga,
companheira de tantas
peripécias! Cúmplices,
brigonas, comadres, irmãs.

Dois anos transcorreram...
Sair da casa dela foi como
arrancar-me um pedaço.
Despedidas dolorosas, sem
conseguir entender nem
aceitar o ocorrido...

Dois anos se foram em que
muitas lágrimas derramei,
muitas perguntas me fiz
muitos momentos de
introspecção cruzaram-se
com o aprender a aceitar!

Lembro da força de mulher,
da alegria de viver. Muitas
risadas juntas! É assim que
ela fica para todos nós
que tanto a amamos!

© Anne M. Moor

6 comentários:

Maria Alice Estrella disse...

As ausências mais sentidas são as mais presentes! Te li e senti contigo. Um beijo

Anne M. Moor disse...

Maria Alice

Obrigada pelo carinho...

Beijo
Ane

Mr. Pain disse...

Ah! Entendi.

Há que ultrapassar as perdas, Anne...

"Enterra-se os mortos e cuida-se dos vivos".

Beijo.

Anne M. Moor disse...

Eu sei Mr. Pain, mas as vezes fazemos um voos ao fundo e voltamos transbordando... :-)

Beijos
Anne

Derek disse...

A alegria e prazer de viver, não importa o que estisse acontecendo.
Positiva, alegre, pra frente.
O amor em pessoa!!!
Saudade!!!!

Anne M. Moor disse...

É Derek, eu também tenho muitas saudades... Mas lembremos dela sempre rindo!

Beijão querido!
Mum