domingo, 22 de novembro de 2009

O tricotar da vida


As teias da vida tricotam o esmero de um caminhar
Mesmo a parecer uma imperfeição da natureza.
O obstáculo da trama torna-se, por instantes, os
galhos que prendem as flores em sua peregrinação.

As teias da vida prendem as lágrimas a emperolar
a imagem simétrica de rede contextualizada.
Momentos que brotam da umidade do ser a se
construir, a brilhar no deixar-se ficar em suspenso.

Os passos de tango a esquivar de dores por entre
Os fios da teia na janela, a gotejar pingos de orvalho
no pendular de palavras mágicas a formarem o acordar.

O flutuar do enredo em brisas suaves de um viver em
harmonia acompanhado do vibrar de ventos arrebatados
pintam a imagem erótica de uma vida pulsante.

© Anne M. Moor
Imagem: “Teia de luz” by António Tapadinhas

10 comentários:

Janaina Brum disse...

"a brilhar no deixar-se ficar em suspenso"
Anne, lindo! Super beijoo!

Anne M. Moor disse...

Oi Jana!

Bom poder ficar em suspenso nénão?
beijo
Anne

Janaina Brum disse...

Nossa! É ótimo!
Mega beijo!
Jana

A.Tapadinhas disse...

Anne:
O brilho cintilante das tuas palavras
tem o ritmo do tango,
a sensualidade de uma música
mágica
tocada pelos pingos de orvalho
nos vidros da janela
embaciada
pelo calor da respiração.

Beijo,
António

Anne M. Moor disse...

Jana
rsrsrsrsr

Bjos de bom dia!

Anne M. Moor disse...

António!

A poetar brilhantemente pintando as palavras!! Obrigada meu amigo...

Beijos emocionados!!
Anne

vittorio disse...

A aranha e suas teias....
Teu poema a nos enredar por entre as palavras, emolduradas pela magnifica figura das cores do poeta das formas.
Mágico instante que nos permite flutuar por entre os fios de tua prosa, a nos manter suspensos nas asas dos sonhos, na profundidade dos sentimentos que se extravasam em cada acorde de um tango imaginário... a meia luz.

beijos
Vittorio

Graça Pereira disse...

A vida é a teia que cada um tricota...tal como a aranha! Soubessemos nós tal como ela deixar as pérolas das nossas lágrimas brilharem para felicidade dos outros.!
Um beijo
Graça

Anne M. Moor disse...

Vittorio

Tu és único no poetar dos teus comentários!!!! A vida é tudo isso...

Beijos
Anne

Anne M. Moor disse...

Graça

E vamos tricotar :-)

Beijos
Anne