quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Voos


Andei longe de mim
em voos essenciais, perdida
nos meandros do pensar.

Andei além do meu corpo
com olhos cravados
no meu âmago.

Andei lá ao longe
a decifrar atos
e pensamentos.

Afastei-me um pouco
enquanto o espelho
me chamava insistentemente.

Voltei à vida
nas asas do apreender
e no silêncio do sentir.

© 2010 Anne M. Moor

12 comentários:

Maria disse...

Destes voos nasce a poesia.
Voa Anne, voa muito, de cima tudo parece muito pequeno.
Beijos

Carlos Eduardo Leal disse...

Votei em ti, na tua poesia e na sensibilidade que despaertas em cada um de nós teu leitores. Adorei a nova paginação.
Bjs e belos voos,
Carlos Eduardo

Anne M. Moor disse...

Graça

Pois. Voar faz um bem...

Beijos
Anne

Anne M. Moor disse...

Carlos Eduardo

Obrigada! Voos são necessários :-)

Beijos

Anne

Suzana disse...

No vai e vem das emoções nos descobrimos nas viagens mais alucinantes. Se, é claro, soubermos identificar nossos sonhos de nossos viveres.bjs

Anne M. Moor disse...

Suzana

E as esperanças das expectativas...

Beijão amiga
Anne

Jorge Lemos disse...

Anne

Voltamos sempre para o que de melhor criamos.

Beijão

Lemos

Anne M. Moor disse...

Jorge

Quando nos damos conta que criamos! :-))))

Beijos e parabéns por sábado.
Anne

vittorio disse...

E como sempre a dar asas a poesia que verte de ti

Poemas que nos fazem voar
Imagens que nos fazem sonhar

Em ti de ti, o sentir, silencio que se fez poesia....

Beijos

Anne M. Moor disse...

Vittorio

Voar e sonhar faz parte da vida.

Bjos

Anne

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Precisamos muita vez de voar...fugir do nosso quotidiano...para nos encontrarmos! Corpos exaustos e encharcados...mas á procura de fazer a sua parte...Quantas vezes temos medo de não sermos capazes?Avida já está determinada...o que poderemos mudar? TUDO! Somos pessoas livres capazes de nos rirmos de e para a vida...Nunca te esqueças!
Beijocas
Graça

Anne M. Moor disse...

Graça

E nem tu minha amiga!

Beijos

Anne