sábado, 30 de outubro de 2010

Vida nas mãos


Ao observar as mãos em um momento de relaxamento no final de tarde, vejo as mãos de minha mãe. Descubro que são os dedos que me lembram de seu toque. Por mais que tenhamos sido diferentes, eu e ela, vejo-a em mim em instantes ínfimos. Somos fisicamente parecidas, o espelho chama-me no passar. As palavras que brotam por vezes fazem-me olhar por cima do ombro em busca dela! Sinto falta! Lembro dela com imenso carinho.


© Anne M. Moor

16 comentários:

Ana Martins disse...

Anne,
quem tem uma Mãe, tem tudo!
Percebo essa saudade, se bem que ainda tenho Mãe, graças a Deus, mas não tenho Pai, por isso sei do que fala.

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Márcia disse...

Anne,
percebo a presença de minha mãe não em minhas mãos, mas em meus olhos.E para mim,apesar das diferenças, sempre foi uma "pãe"! bj.
Márcia Duarte

A.Tapadinhas disse...

Todos os pretextos são bons para recordarmos aqueles que amamos...

Beijo,
António

Anne M. Moor disse...

Ana

Eu já não tenho a nenhum dos dois. As vezes bate uma saudade imensa!

Beijos
Anne

Anne M. Moor disse...

Márcia

Eu sei...

bjos
Anne

Anne M. Moor disse...

António

É... As vezes nos bate uma nostalgia!!

Bjos
Anne

Luna Sanchez disse...

Que conexão bonita, Anne! Que tanto de amor nessas linhas!

Beijos, ótimo feriado pra ti! =)

ℓυηα

vittorio disse...

Ausências presentes não podem ser ausências, são saudades.
Saudades não são lembranças, são momentos eternos em nós.
Os pequenos detalhes a construir a imensidão das imagens nas cores dos sentimentos profundos temperados na paleta da alma.
beijos

Graça Pereira disse...

Tenho um poema meu que digo em verso...aquilo que dizes em prosa!
Serão as nossas almas gémeas??
Beijo
Graça

Solange disse...

Anne...

que linda observação... e embora tenham sido difernetes, além das mãos devem ter essa mesma alma linda...

é bonito isso...

beijo carinhoso

Anne M. Moor disse...

Luna

Que bom que gostaste!

bjos
Anne

Anne M. Moor disse...

Vittorio

O dia que eu publicar um livro com os teus poemas te aviso, OK? :-))))

Lindo o que escreveste!

bjos
Anne

Anne M. Moor disse...

Graça

"Serão as nossos almas gémeas?"

Acho que sim! Pensamos iguais em tantas coisas. Uma das coisas encantadoras da internet é encontrar amig@s com 'almas gémeas' as vezes tão longes geograficamente e tão pertos no sentir...

bjos
Anne

Anne M. Moor disse...

Solange

Muito diferentes e ao mesmo tempo nem tanto!!!

bjos
Anne

Luna Sanchez disse...

Anne,

Passando pra desejar um ótimo fds e dizer que fiquei curiosa com o sumiço anunciado, viu?

Aguardo notícias!

Beijocas³.

ℓυηα

Anne M. Moor disse...

Luna

Curiosity killed the cat como se diz em inglês rsrsrsrsrs Depois conto. Ainda estou "sumida".

bjos
Anne