sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Já se faz noite...


Já se faz noite
e o sono ronda
pesam os olhos
corpo cansado
vontade de
aconchego...

Os sonhos a espera
da entrega ao sono
serão sensatos, maduros
ou delirantes a provocar?

O dia que me trouxe você
deitou-se no afago das
longas conversas curtas
dos intervalos da labuta...

Onde estarás?

by Anne M. Moor

6 comentários:

Carlos Eduardo Leal disse...

A noite é uma longa espera...
Bjs em tuas palavras

Anne M. Moor disse...

Se é, se é... mas também é o momento de meditações :-)

beijos e bom findi
Anne

Luna Sanchez disse...

Nossos maiores desejos moram nos sonhos e nossos maiores medos também, né, Anne?

Sonhar é sempre um risco, em todos os sentidos.

Beijos.

Anne M. Moor disse...

LUNA
Os sonhos são uma necessidade e os medos vem quando queremos transformar nossos sonhos em realidade...

beijão
Anne

Graça Pereira disse...

A noite tráz o descanso ao corpo mas...ao coração, chega um vento que vem não se sabe de onde e ele, bate mais depressa!
Beijo
Graça

Anne M. Moor disse...

Graça amiga

É os ventos da vida :-)

bjs
Anne