quinta-feira, 29 de março de 2007

Este post é ensaio da UDI para nós...


Auroras
Verissimo

Em inglês há uma expressão bonita para dar-se conta, ter uma revelação, entender. 'It dawned on me.' Amanheceu em mim. Descreve o sentimento de subitamente ver com clareza o que antes era obscuro como uma aurora interior. Idéias amanhecem dentro de nós. Os olhos de uma pessoa se iluminarem quando ela tem uma percepção nova não é um clichê literário, é a luz deste alvorecer saindo pelos olhos. Não sei se existe expressão parecida em outras línguas, mas ela deveria ser universal. Afinal, sua origem é a experiência mais comum da humanidade desde que ela viu sua primeira aurora, a do sol afastando as trevas, a da noite dando lugar ao dia e à sua maior dádiva, que é a de nos permitir enxergar.

O resto do texto vc encontrará aqui:
(...) Estadão de hoje http://www.estado.com.br/editorias/2007/03/29/cad-1.93.2.20070329.106.1.xml?

10 comentários:

Lú. disse...

"Luz do alvorecer saindo pelos olhos".
De morrer isso....(de lindo).
Que belo jeito de começar o dia.
Anne: Te devo um obrigada a cada manhã.

Udi disse...

Anne, poderia ter postado sem precisar fazer referência a mim, que o texto foi escrito pelo Veríssimo e eu te dei de presente. Mas se me aceitas como colaboradora do blog, vou postergar um pouquinho mais o meu. ;)

Anne M. Moor disse...

hmmmmmmmmmmmm... então vou pensar... :-)

Lú; não me deves nenhum obrigada. só vcs compartilharem comigo os meus delírios é o suficiente...

Walmir Lima disse...

Anne, essa é um linda visão da visão da visão... A poesia da Cora Coralina que postei também fala disso: temos que enxergar a alegria da aurora a nos mostrar a dádiva da vida descortinada pelo amanhecer de um novo dia.

PS.: Aproveitei uma brincadeirinha para fazer uma singela homenagem a você no Assertiva. De coração.

Anne M. Moor disse...

Walmir: Que sejas muito bem vindo aqui e voltes sempre... Vou lá no ASsertiva ver já já... :-)

Lú. disse...

Anneeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee.
Vim aqui na sua casa, falar do poema. Que lindo né...
Bjo.

Gisele disse...

Ane, que legal que tens blog também!! Eu também tenho (há 5 anos, hehehee): http://mindamplifier.blogdrive.com
E que linda estás! Bjs e saudades!

Flavio Ferrari disse...

A expressão é linda e profunda.
O Veríssimo ... é o veríssimo.
Proponho outra analogia, para momentos de introspecção: o entardecer.
"A paixão entardeceu, dando lugar ao amor preguiçoso ...", - quem já não sentiu isso "depois" ?

oxygen.michele disse...

Sempre achei o alvorecer e o entardecer os melhores momentos de qualquer dia...
Sabe, aqueles dias em que tudo o que podia dar errado, deu e da pior maneira possível... sentar quieta e ver o sol se pôr faz valer a pena!
Com o alvorecer é a mesma coisa... faz um baita tempo que só durmo 3 ou 4 hrs por dia... mas independente do horário em que eu vá deitar, tenho que levantar as 15 para as 6 da manhã para ver o Sol acordar... é calmo, é lindo!

Adorei teu blog, by the way!

Anne M. Moor disse...

Walmir: Já respondi lá no Assertiva, mas como disse a Lú, o poema é lindo, mas a homenagem lindíssima. Thank youuuuuuuuu.

Gisele e Michele, que bom ver vcs por aqui... Voltem sempre... E Michele vê se recuperas um pouco o teu sono agora no recesso... :-)

Flávio: como sempre poeta... simmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm e essa tua frase pinta o momento muiiiiiiiiito bem...
Um bom dia a todos...