quarta-feira, 28 de março de 2007

Viceversa

Tengo miedo de verte
necesidad de verte
esperanza de verte
desazones de verte.
Tengo ganas de hallarte
preocupación de hallarte
certidumbre de hallarte
pobres dudas de hallarte.
Tengo urgencia de oírte
alegría de oírte
buena suerte de oírte
y temores de oírte.
o sea,
resumiendo
estoy jodido
y radiante
quizá más lo primero
que lo segundo
y también
viceversa.

By Mario Benedetti
http://www.avantel.net/~eoropesa/html/poesia/mbenedetti1.html#mbenedetti_1

6 comentários:

Lú. disse...

Muy muy hermoso.

Amanda Arthur disse...

Bela tradução de sentimentos!
Estou gostando desse Mário Benedetti... Acho vou quere conhecê-lo mais " de cerca".
A Udi indicou um romance. Alguma sugestão de livro de poesias, Anne?!

Flavio Ferrari disse...

Isso é que é poesia masculina...
Essa cara deve ser engenheiro.

Ernesto Dias Jr. disse...

E Eletrônico!
Mas olha, Anne, nada como um bom encontro pra dissipar certas dúvidas. Eu garanto.

Udi disse...

...mas nada como a distância prá que emoções tão sublimes brotem em maravilhosos poemas.
(acho que ainda estou no período socrático)

Anne M. Moor disse...

Lú e Amanda: Muito lindo e a calhar... Achei na internet...

Flávio: Se é engenheiro não sei, mas poeta certamente...

Ernesto: Imagino! As vezes difícil...

Udi: A distância tem meandros que a até a razão desconfia!!!!!!!!!