quarta-feira, 7 de março de 2007

Não sei poetar. A Angela Bretas poeta e diz o que eu gostaria de dizer sobre ser mulher... Um poema lindo para compartilhar com vcs.

Mulher Abstrata
Sou quem sou, simplesmente mulher, não fujo, nem nego,
Corro risco, atropelo perigo, avanço o sinal, ignoro avisos,
Procuro viver, sem medo, sem pudor, com calor, aconchego,
Supro carências, rego desejos, desabrocho em risos...
Matéria cobiçada... na tez macia, no calor ardente.
Alma pura, envolta na completa fissura. Sem frescuras!
Encontro prazer na forma completa, repleta, latente...
Meretriz sem pudor, mulher no ponto... uva madura!
Sou quadro abstrato, me entrego no ato à paixão que aflora.
Sou enigma permanente, sem ponto final, sem continências,
Sou mulher tão somente, vivendo o momento, sorvendo as horas.
Sou pétala recolhida, sem forma, sem cor, completa em essência.
Exalo a esperança, transpiro vontades. Não me tenhas senhora.
Sou mulher insolúvel, nada volúvel. Vivo a vida em reticências...

7 comentários:

udi disse...

Lindo e perfeito para a data! Obrigada pelo presente e grande beijo.

Ernesto Dias Jr. disse...

Opa! Por falar em poemas de mulher, lembrei-me do livro recém lançado da Marisa Tavares. Vale a pena. Acho que vou postar a dica lá no meu quintal.

Beijão.

Anne M. Moor disse...

É um prazer... Adoro poesia... Que bom que gostaste Udi.

Ernesto: Estou indo pro teu quintal daqui a pouco e vou pegar a dica... thanks.
Beijos

Flavio Ferrari disse...

Essa aí realmente entende de mulher ...

Amanda Arthur disse...

Honesta, foi o que me veio à mente.
Lindo , Anne!

Anônimo disse...

Anne porta-voz
Anne tradutora(de sentimentos)
Anne conhecedora de almas.
Tri-lindo querida(rss).
Obrigada(é o que nos resta dizer como seres da espécime).
Beijoca,
Lú.

Anne M. Moor disse...

Lu... que bom te ver por aqui... Que sejas bem vinda e voltes sempre. Como disseste no blog do Flávio, me parece, isto está se tornando um espaço de bate-papo e acrescento... com amigos novos (pra mim) muito gostosos. Essa interação entre nós está porreta! Obrigada a todos... A minha casa é nossa. Sintam-se em casa.
Beijos