sábado, 10 de março de 2007

Reflexões de uma noite de sábado...
Diminua a marcha e curta a vida. Não é apenas a vista que se perde ao andar muito rápido – também perde-se o sentido de onde se vai e porquê. (Eddie Cantor – 1892-1964)

10 comentários:

Flavio Ferrari disse...

Um amigo costumava dizer:
- Perdidos os objetivos, redobraremos os eforços ...
Quanta gente remando loucamente nesta nau sem leme que chamam de vida ...

Vera Menezes disse...

Eu preciso me lembrar disso mais.

Beijo,

Vera

Anne M. Moor disse...

Bom de ver por aqui Vera. Bem-vinda, sinta-se em casa e passeia bastante :-)
Beijão

Udi disse...

...havia deixado um comentário que, parece, se perdeu. Eu dizia que te sentia pictórica e que sempre é bom estarmos atentos à paisagem à nossa volta. Que tal um hai kai? se sair algum, te envio.
beijo

Anne M. Moor disse...

Pictórica? Acho que sou sim :-) Manda sim.

Ti Bell disse...

Anne,

Nada melhor do que uma viagem sem rumo... Apenas com um objetivo que pode ser o de chegar em algum lugar, ainda não muito bem definido.. De encontrar alguém... Ou até mesmo, de se encontrar..

Quando reduzimos a marcha... Conseguimos aproveitar cada pedacinho da vida e a saudade passa a ser um sentimento futuro e não passado...

Beijos e bom dia!!

Anne M. Moor disse...

Ti Bell... que bom te ver por aqui! E wow... é isso aí... E quem é a leitora de almas aqui agora?????????
Beijos

Ti Bell disse...

Anne,

Leitora de almas? Acho que perdi algo....

Anne M. Moor disse...

Ti... É que a Lu disse num post que eu era conhecedora de almas... Tu tbm :-)

Ti disse...

Anne,

Que bom... Além de amigos em comum, teremos também bons conhecimentos!!

Beijos