segunda-feira, 9 de abril de 2007


ORGASMO TRIFÁSICO, ................ de Millôr Fernandes
Orgasmo feminino é coisa da qual as mulheres entendem muito pouco e os homens, muito menos. Pelo fato de ser uma reação endócrina que se dá sem expelir nada, não apresenta nenhuma prova evidente de que aconteceu ou se foi simulado. Orgasmo masculino não! É aquela coisa que todo mundo vê. Deixa o maior flagrante por onde passa.Diante desse mistério, as investigações continuam e muitas pesquisas são feitas e centenas de livros escritos para esclarecer este gostoso e excitante assunto. Acompanho de perto, aliás, juntinho, este latejante tema. Vi, outro dia, no programa do Jô Soares, uma sexóloga sergipana dando uma entrevista sobre orgasmo feminino. A mulher, que mais parecia a gerente comercial da Walita, falava do corpo como quem apresenta o desempenho de uma nova cafeteira doméstica. Apresentou uma pesquisa que foi feita nos Estados Unidos para medir a descarga elétrica emitida pela "Periquita" na hora do orgasmo, e chegou à incrívelconclusão de que, na hora "H", a perseguida" dispara uma descarga de 250.000 microvolts.Ou seja, cinco "pererecas" juntas ligadas na hora do "aimeudeus!" seriam suficientes para acender uma lâmpada. Uma dúzia, então, é capaz de dar partida num Fusca com a bateria arriada. Uma amiga me contou que está treinando para carregar a bateria do telefone celular. Disse que gozou e, tcham, carregou. É preciso ter cuidado porque isso não é mais "xibiu", é torradeira elétrica! E se der um curto circuito na hora de "virar o zoinho", além de vesgo, a gente sai com mal de Parkinson e com a lingüiça torrada. Pensei: camisinha agora é pouco, tem de mandar encapar na Pirelli ou enrolar com fita isolante. E na hora "H", não tire o tênis nem pise no chão molhado... Pode ser pior! É recomendável, meu amigo, na hora que você for molhar o seu "biscoito" lá na canequinha de sua namorada, perguntar: é 110 ou 220 volts? Se não,meu xará, depois do que essa moça falou lá no Jô, pode dar "ovo frito no café da manhã." Esse país não melhora por absoluta falta de criatividade...São as mulheres, a solução contra o apagão.

12 comentários:

Udi disse...

Anne querida,
Claro que me diverti com o texto... o resto já sabes!
;)

Maria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria disse...

Ops! Fiz alguma coisa errada e apaguei meu comentário...la vai de novo.
...e se o pobre do infeliz morre? por certo há de se criar o movimento dos inválidos da periquita. Agora está esplicado porque ela fica ali escondidinha, só ta esperando para dar o choque!

Anne M. Moor disse...

bommmmmmmmmmmmm... acho que vou ficar na minha pra não dizer bobagem!!!! Como tu não escreveste a crônica sobre o sumiço da periquita, acha um texto pra substituir o teu... :-)

Maria disse...

Ta bem! Ta bem!
Vou escrever...

Amanda Arthur disse...

Alta voltagem cômica!
Anne, estou rindo aqui sozinha... De fato, uma perspectiva nova sobre o assunto.

ETERNA GEMINIANA disse...

Sempre desconfiei que a perseguida era de alta voltagem, mas para não ser chamada de louca, apenas dizia, não toca aí que ela ta sensível..haha sensível nada,dando choque mesmo!Somos uma tomada ambulante..humm..interessante!
Viva a eletricidade!

Anne M. Moor disse...

Meninas... estou pra achar que os nossos faunos não gostaram da piada... Emudeceram...

Anne M. Moor disse...

Celina... que bom te ver por aqui! Volta sempre... Beijão...

Lú. disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.
A D O R E I isso!
Maria,grande comentário, totalmente descontraido , muitíssimo bem humorado e direto.Simpatississississimo(rs)

Lú. disse...

Ernesto e Flávio:
Nós sabemos que já vieram mil idéias a respeito desse post pra vcs comentarem. E voces muito provavelmente riem e nada comentam.
Elementar meu caro W...

Anne M. Moor disse...

Viva Lú... You're back! Qto ao Ernesto e o Flávio, acho que estão maquinnando alguma resposta, mas tão demorannnnnnnnnnnnnnnnnndo... :-)