domingo, 13 de maio de 2007

Mais um pouco de Cora Coralina...


Aninha e suas pedras

Não te deixes destruir...
Ajuntando novas pedras e construindo novos poemas.
Recria tua vida, sempre, sempre.
Remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça.
Faz de tua vida mesquinha
um poema.
E viverás no coração dos jovens
e na memória das gerações que hão de vir.
Esta fonte é para uso de todos os sedentos.
Toma a tua parte.
Vem a estas páginas
e não entraves seu uso
aos que têm sede.

Cora Coralina (Outubro, 1981)

5 comentários:

Ti disse...

Anne,

Que bom vir aqui e beber um pouco desta maravilhosa energia!!

Anne M. Moor disse...

Que bom te ver Ti... Andas sumida... Sintas-te em casa...

zuleica-poesia disse...

Que bom reencontrar Cora Coralina através de você. Que inveja boa! Das duas: de você e dela. Perdi o livro dela. Vou comprar outro, se puder. Um abraço da Zuleica.

Flavio Ferrari disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Flavio Ferrari disse...

"...tudo o que eu fiz foi por amor
acho até que encontrei
o motivo de um final feliz
nunca imaginei em nosso fim
construir meu castelo
com as pedras que eu te atirei..."

Música do Tantra - Corvos sobre o campo.