quarta-feira, 23 de maio de 2007

A vida é tão rara (Lenine)


Quando a vida lhe der limões, peça tequila e sal e me convide!! E tome pra si um lema que prime pelo viver com prazer e muito amor... Afinal...
A vida não deveria ser uma viagem ao túmulo com a intenção de chegar em segurança em um corpo bonito e bem preservado, senão entrar patinando de lado na cova, chocolate em uma mão, vinho na outra, o corpo inteiramente esgotado, totalmente gasto e gritando “Uauuuuuuuu que viagem!”
Para acompanhar a reflexão um somzinho bão ... (Não sei pq, mas está demorando um pouco pra tocar a música... Como diz a música... Paciência... que aparece.)

13 comentários:

Amanda Arthur disse...

E que viagem!
Anne, adorei!

Ernesto Dias Jr. disse...

De fato. Paciência anda rara no mundo de hoje. Eu, por rexemplo, acabo de perdê-la. Por que diabos não fiz direito ou medicina?

Anne M. Moor disse...

Pq não cabe com a tua personalidade :P diacho...
Patience is a virtue which sometimes wears thin... A seguinte oração ajuda:
God give me patience, but HURRY!
Estou tentando recuperar a minha...

Lú. disse...

Cara!
E escrever na lápide o epitáfio do Bocagge?
Bjos
Lú.

Ernesto Dias Jr. disse...

É linda, Anne. É uma música linda.
E eu, que estava desanimado e sem vontade de escrever, até fiz um poema.

Anne M. Moor disse...

Que bom Ernesto que serviu pra te animar amigo!!

Anne M. Moor disse...

E que poema lindo como sempre...

Udi disse...

Anne, de todas que já li por aqui, tenho a impressão que esta é a que mais me tocou porque é totalmente você... esse "me convide" nessa situação, só podia ser seu... e a exaltação à vida, sempre!
Obrigada, querida!

Udi disse...

...Ah! ia esquecendo: eu a-do-ro Lenine!

Anne M. Moor disse...

Que bom Udi... E tu sabes que viver é meu lema :-)hahahaha

Jorge Lemos disse...

E custa tão pouco agradar...

Anônimo disse...

Anne, obrigada pelas boas vindas lá no blog do Walmir...
Lenine é o máximo! Adoro todas!
Angela

Anne M. Moor disse...

Angela!
Que prazer em te ter por aqui. Volta sempre.
Bjos