quinta-feira, 24 de maio de 2007

Friiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiio...


Noite de Frio
Bruno G. Fonseca

Era noite, e fazia frio,
era um frio de viva-alma.

Era noite, e fazia frio,
era um frio de viva-dormência.

Era noite, e fazia frio,
era um frio de viva-dor.

Era noite, e fazia frio,
era um frio de viva-vida-própria.

Era noite, e fazia frio,
e o frio... o frio; me fazia vivo.

http://www.poesiaformada.blogger.com.br/

3 comentários:

Udi disse...

...ai! tá muuuuuito frio! e tô viva!
;)

Amanda Arthur disse...

O frio tá me fazendo preguiçosa, isso sim! Meia hora a mais na cama, só pra curtí-lo!

Anne M. Moor disse...

Frio com dias ensolarados eu adoro...
Bjos de sol pra vcs