quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Histórias de uma caminhada...

Quando eu era criança morando em Montevidéu, tive uma vida rica em culturas variadas... Lá pelas bandas dos anos 50, os porta-aviões britânicos entravam, uma vez por ano, no porto de Montevidéu. Um dos eventos era uma festa de piratas SOMENTE para crianças. Adultos não eram convidados.

Nossos pais nos levavam ao porto e nos entregavam nas mãos dos piratas - marinheiros e oficiais - fantasiados de pirata com o Capitão fantasiado de Capitão Gancho... Havia, inclusive, um 'gorila' numa jaula! Haviam jogos e brincadeiras e o lanche era sanduíche, bolo e pra beber, 'sangue' (suco sei lá do que...). Como podem imaginar nós crianças nos divertíamos um monte. Hoje tenho pena dos coitados dos marinheiros que deveriam ficar exaustos!!!!!!!!!!!!!!!

Na saída, todos recebiam o certificado de pirata (vide Prozac Café) e voltávamos pra casa cansados, felizes e dormíamos feito anjinhos...

8 comentários:

Walmir Lima disse...

Era um belo mundo dos sonhos.
E a vida era mais feliz.
Grato por mais um capítulo lindo e rico da tua caminhada.

brilhodeestrel disse...

Anne...Walmir tem razão parece que a vida era mais feliz...tenho muita saudades do meu tempo de criança!!!!!!!!BJ

Udi disse...

Anne, como é que conseguiram te segurar prá não ir embora junto com os piratas?!

Anne M. Moor disse...

Provavelmente pq eu tinha entre 5 e 10 anos e não tive escolha... :-)

Walmir Lima disse...

Mas que ia, ia....

Anne M. Moor disse...

Walmir acho que teria sido o maior barato!!!!!!!!!!!!!!! (rsrsrs)

Angela disse...

Fantasia?
Vai me dizer que não era o Capitão Gancho? E que o suco não era de sangue?
Claro que era.

Por isso, a vida parecia mais feliz!

Anne M. Moor disse...

Claro que era...