sexta-feira, 30 de novembro de 2007

DESEJO


A noite imensa e escura nos envolve
em sua trama de sonho e de magia.

E na noite infinita e misteriosa,
nossos corpos se perdem, se dissolvem na sombra,
como tudo em redor.

somente as nossas mãos unidas ainda vibram,
nossas mãos que se juntam mais e mais.

Nossas almas estão nas nossas mãos.

Isnar de Moura
(1909 Timbaúba/Pernambuco)
Figura: sol.sapo.pt

3 comentários:

ANA disse...

La noche tiene siempre algo de mágica y de divina.
Al amanecer, con la llegada del día, todo vuelve a verse con otros ojos. La magia se esfuma, se disuelve con la luz.
Un precioso poema Anne.
Ana.

vittorio disse...

Amar, amor, amantes, arroubos de paixão
Momento mágico, onde a soma das unidades é igual a um
Entrelaçar de corpos instantes de pura emoção
Sentimento tão imenso, intenso igual a ti..... haverá algum?

Amar é viver e viver é sonhar, obrigado por nos trazer tantas poesias e textos que nos fazem viajar por entre os sentimentos
da nossa alcova.

abraços

Anne M. Moor disse...

Ana: la magia continua al amanecer, pero és diferente...

Vittorio: Certamente há...