terça-feira, 15 de janeiro de 2008


Lobos? São muitos.
Mas tu podes ainda
A palavra na língua
Aquietá-los.

Mortos? O mundo.
Mas podes acordá-lo
Sortilégio de vida
Na palavra escrita.

Lúcidos? São poucos.
Mas se farão milhares
Se à lucidez dos poucos
Te juntares.

Raros? Teus preclaros amigos.
E tu mesmo, raro.
Se nas coisas que digo
Acreditares.

Hilda Hilst
http://www.fabiorocha.com.br/hildahilst.htm
Figura: Em côncavos lúcidos
girena.spaces.live.com

12 comentários:

disse...

H Hist.
Sou fã de cateirinha.
Poeta de primeirissima
Muito lindo!

Anne M. Moor disse...

Achei que ias gostar. :-) Depois de "Vida", que me lembrou do trabalho dela, fui ler alguma coisa e achei este poema que adorei...
Beijos de bom dia

Jorge Lemos disse...

Entre tantas um rara e preciósa
jóia da poesia. H.H. é inspiradíssima.

Anne M. Moor disse...

Jorge lindo! Bom te ver por aqui! H.H. é maravilhosa, concordo...
Abraços apertados

A.Tapadinhas disse...

Muito prazer em conhecê-la, minha senhora!
Conheces tanta gente simpática...
Beijo.
António

Anne M. Moor disse...

António: tens o dom de me fazer sorrir. Sabes, há muitos anos quando vim morar no Brasil, lá pelos idos de 1956, chegamos num sábado e fui à escola na segunda. Me senti um peixe fora d'água e com muito medo. Por não falar português, eu era um bicho raro!! No recreio, um grupo de meninas me rodearam em me perguntaram: "Conheces a Elizabeth Taylor?" e eu disse SIM... Acontece que as meninas estavam perguntando se eu a conhecia pessoalmente!!!!!
Hilda Hist a conheço através de suas poesias... :-)

A.Tapadinhas disse...

Tanto que eu gostava da Liz... e tu é que eras íntima dela! Que desperdício... Eu apresentava-te o Marlon Brando, satisfeita?
Beijo.
António

ANA disse...

...
Como se te perdesse nos trens, nas estações
Ou contornando um círculo de águas
Removente ave, assim te somo a mim:
De redes e de anseios inundada.
...
PRECIOSOS SUS POEMAS, MUY INTENSOS.
un abrazo Anne, y gracias por tu cercanía.
ana

vittorio disse...

Não conhecia, gostei muito. A alma feminina um infinito de beleza e poesia.

Anne M. Moor disse...

Vittorio vai lá no Prozac que tem outro poema dela postado pela Lú. O título é 'Vida'...

Walmir Lima disse...

Grato, Anne, por nos presentear com mais essa da Hilda Hilst. Beleza de encher os olhos, mesmo olhando d'além mar.

Anne M. Moor disse...

HH is pretty gutting né Walmir. Ela tem uns poemas muito lindos...