segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Gatos e amigos...

Como todos sabem, tenho uma gata que me acompanha há 14 anos e que tem a mais absoluta certeza de a vida nesta casa gira em torno dela! Ela adquiriu algumas manias ao longo desses anos, mas o companheirismo que ela me doa é tocante. Quem disse que gatos só se importam com a casa, nunca teve gato. A Serafina tem hábitos que não parecem de um animal não humano... Ela conhece o barulho de meu carro, e qdo chego no apartamento está a minha espera do lado da porta. De noite dorme na minha cama e gosta de resolver QUANDO devo me deitar! Se eu não estou a fim, ela vem onde estou, se esfrega nas minhas pernas miando, vai pra porta do quarto, me olha, e mia de novo e isso faz inúmeras vezes... Quando ela cansa ELA vai pra cama e se deita bem no meu lugar, bem encostada no meu travesseiro!

Quando chego no quarto, ela apenas abre um olho e me olha até que tenho que pedir licença pra tirar a colcha!!!!!!!!!!!!!!

Tirando a colcha ela me dá licença pra deitar no meu lugar e ela vai pro dela e fica me cuidando...

Agora, a hora de levantar de manhã, é algo parecido com isto:
Clique aqui e assista o despertar com gatos...

15 comentários:

Suzana disse...

Sei bem o que fala,já tive vparios gatos, gatas,até já fiz parto de uma.Tive uma gata que conversava comigo e ninguém acreditava quando via,era um barato!
Os animais são mais sensiveis para o amor.

bjs

e.t.: Miau!

ANA disse...

Ayyyyy, Anne, parece que hablases del mío,
son tan así, tan tiernos, cariñosos, en cada momento,
siempre dispuestos al cariño,
me relaja oirle ronronear,
ya sabes grrrrrrrrrrrrrrrrr
un abrazo,
ana.

Anne M. Moor disse...

Suzana e Ana: Amigas 'gateras' :-)... A minha de manhã normalmente ronrona literalmente dentro do meu ouvido!!! Em vez de me bater com um taco de baseball!!! :-)

disse...

Essa gata é "de última", como dizem por aqui.
Um show à parte.
Ás vezes, quando teclo com a Anne, ela (a gata),se interpõe indiretamente na nossa conversa, porque , "atraplha" ,e a Anne faz alguns comentários à respeito.
Eu adoro e me divirto.
Um beijo Serafina, e uma ronronada...

Clarisse Milano disse...

a minha gata me acorda às 6 horas da manhã para jogar bolinha... estou tentando impor limites, mas está tão difícil, hehe!

Anne M. Moor disse...

Lú e Clarissa: As gatas são geniais, embora as vezes incomodem!!! Limites???? Só se forem os dela... hahahahaha

A.Tapadinhas disse...

Eu tenho um cão. O meu irmão, casado, três filhas, tem um cão e um gato. Em casa de meu irmão, tudo corre bem desde que façam todas as vontades ao gato...
Como é possível a mulher deixar?
Sempre me fez confusão...
Beijo sem arranhões.
António

Anne M. Moor disse...

António: Vão cativando o coração da gente aos poucos e qdo vemos estamos totalmente entregues... :-)

Angela disse...

Acho que já ofereci o Mário para a Serafina.
Olhos azuis, sensível, carinhoso e sensual, mas adora a rua, como bom gato que é.
E aí vai liberar a Serafina?
Bjo

Anne M. Moor disse...

Vou pensar no caso do Mário... :-) Mas certamente ela ia adorar, se bem que no campinho dela ela não é muito fã de outros gatos!!!! Nem cachorros! O Golden Retriever da minha nora entra galopando aqui no ap e a Serafina cospe-lhe no olho!!! hahahahaha

Flavio Ferrari disse...

Com toda prudência
O gato interage
Sinal de inteligência

Ernesto Dias Jr. disse...

E por onde andará Cléo? Muita saudade dela.

Anne M. Moor disse...

Cléo???? Eu deveria saber ou atinar de quem estás falando??????????? :-)

Miguel Rios disse...

Gatos realmente são animais particulares. Talvez como grandes amigos mas com muitas idiossincrasias, que nem sabemos mais porque somos amigos.Apesar disso, não gosto de gatos, talvez pelas unhas... mas acredito que muitas vezes podem se aproximar dos cães, como amigos do homem. Tenho minhas duvidas, mas sua descriçao foi instigante, e comparando com os que já conheci... pode ser real... Ah, obrigado pelos comentarios no ventriloquo sonambulo, me incentiva continuar.

Anne M. Moor disse...

Obrigada Miguel, pela sua visita e tenha certeza de que gatos são tão amigos do homem quanto cachorros... :-)