quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Lágrimas

lágrimas da natureza
formando trilhas interrompidas

pingos salpicam o momento
desenhando imagens vagas

água, fonte de uma vida
cheia de turbilhões...

© Anne M. Moor

10 comentários:

Suzana disse...

Uma gota numa vidraça faz troça
em nosso coração
Uma gota em nossa face traça o momento
em nossas emoções

ANA disse...

La lluvia tiene un vago secreto de ternura,
algo de soñolencia resignada y amable,
una música humilde se despierta con ella
que hace vibrar el alma dormida del paisaje (F.G.Lorca)
Un abrazo Anne,
ana

Anne M. Moor disse...

Suzana: gotas de chuva tem um charme todo especial.

Ana: Que lindo! Lorca és de los grandes!!

Besos matinales a las dos

Ti disse...

Linda imagem...

Pena ser tão raro vermos a chuva junto com o sol... É uma imagem tão linda!!

Beijos

A.Tapadinhas disse...

Por pingos, um desafio: digam sem se enganar
"Em cima daquela pipa, está uma pinta. A pinta pia e a pipa pinga."
Não vale, já te enganaste! Outra vez...
Beijo engasgado.
António

Anne M. Moor disse...

Engasgado de tanto rir António??? Consegui dizer sim... :-)
Beijo satisfeito

Ti: A imagen nos leva em viagens diversas...
Bj

vittorio disse...

Assim é o pranto, momento de encanto.
Da alegria ao sofrimento, revela a face da alma.
Água repleta de vida, de sentimentos, turbilhão de emoções.
Há lágrimas marcantes, embebidas de infinda dor.
Há lágrimas sofridas pela ausência de um amor.
Não digamos nunca que dor é pranto
Nem que não seja o espelho da alma
Nem se lhe façam senões
Pois que não há visão mais bela do que a lágrima singela de uma criança pedindo perdão.

perdoe-me se estrvazei, mas fazer o que, com tantos motivos que nos trazes.
Abraços com lágrimas de saudade

Anne M. Moor disse...

Vittorio:
Adoro quando extravasas aqui! O teu poetar encanta... Fica a vontade... :-)
Beijos igualmente saudosos :-)

Udi disse...

Que foto linda! Água como fonte de vida, sempre!

Anne M. Moor disse...

É Udi... a inspiração foi a foto, lá do blog da Clarisse.
Beijos