segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Quero


os quero-queros que cantam
nos campos dos pampas em coro uníssono
dizem o que sinto neste momento

© Anne M. Moor

16 comentários:

Ti disse...

Anne,

Quem canta seus males espanta...

Suzana disse...

Um beija flor te recebe
Um pica pau te retrata
Um gavião te observa
Um bem te vi te delata

Asas, pra que te quero ?

disse...

É fundamental sempre querer mais...
Bjo.

Anne M. Moor disse...

Ti, Suzana e Lú:
Querer nem sempre é poder, por N razões... Mas os quero-queros nos lembram da importância do querer...

Jorge Lemos disse...

Também quero
por desespero
viver com tempero

com vôos distantes
nos sonhos presentes
Também quero

ANA disse...

Y yo, tambien quiero,
con desespero,
un abrazo.
ana.

A.Tapadinhas disse...

Todos se assustam
quando quero cantar!
Canta o quero-quero
todos vão dançar!

Injustiças! :)
Beijo.
António

Anne M. Moor disse...

Jorge: viver com tempero é o que todos queremos! :-)

Ana: quieres tannnnnnnnnnnnnnto hahahahahahaha

António: Injustiças pq???? Cantar e dançar são duas coisas ótimas de fazer... :-)

Beijos aos três...

A.Tapadinhas disse...

Ainda não me ouviste cantar...
Não sabes a sorte que tens!

António

Walmir Lima disse...

Quero-quero, quero cantar
Me lembrou uma cantiga...

Pra domar o meu destino
Comprei um buçal de prata
Nem um pesar me derruba
Qualquer paixão me arrebata

Acordoei minha viola
Com seis cordas de espinho
Meu canto tem cor de sangue
Teu beijo gosto de vinho

Fui aprender minha milonga
Nas águas claras da fonte
E o canto do quero-quero
Mais que um aviso é uma ponte

E o canto do quero-quero
Mais que um aviso é uma ponte

disse...

JORGE;
A DO REI o verso(pra variar...)
BjO

Jorge Lemos disse...


Continuo garimpando...
tambem quero seu beijo.

Anne M. Moor disse...

Lú: o Jorge não tem igual! :-)

Walmir: que letra linda... nao conhecia...

Beijos a todos.

vittorio disse...

Quero lhe agradecer pela tua lembrança enviada pelo amigo Walmir, aliás baita gente o Walmir, sempre fazendo algo especial pelos amigos.
Quero me desculpar pela demora em ler e reler o teu Blog, mas foi impossivel conciliar tantas coisas ao mesmo tempo. Assim o fiz hoje li e reli procurando passar as emoções que senti.
Quero lhe dizer que continuas inigualável em tuas escolhas para nos fazer amar cada vez mais a poesia e a prosa....e claro os blog's.

Flavio Ferrari disse...

E tem coisa melhor do que querer ?

Anne M. Moor disse...

Vittorio: Obrigada! Assim me emocionas. Sabes que ler e escrever são coisas que eu adoro fazer e blog é um espaço sensacional para isso. 2007 mostrou-me isso e muito mais...

Flávio: E como é! Mas também pode ser altamente frustrante...