terça-feira, 19 de março de 2013

Acordar


O sol dança nas paredes do quarto
em movimentos transversais a desenhar
sonhos chorados de uma noite inteira.
Traz a vontade de te abraçar num acordar
embalado por lembranças
fotografadas na alma.
Na minha e na tua!

© Anne M. Moor
Foto tirada ao abrir os olhos...

31 comentários:

rm disse...

Ei Anne,
não quero ser indiscreto, mas você dorme com a máquina fotográfica engatilhada?

Para fotografar os sonhos?

Anne M. Moor disse...

rsrsrsrs rm! A alma é que fica engatilhada e fotografa as coisas importante :-)

Beijo

disse...

Oi Anne.
Esverdeou tudo por aqui.
Ficou bonito.
Beijao
Lú.

A.S. disse...

Anne,

O sol dança com as paredes do quarto... mas o teu desejo é dançar com o sol!...
Não esperes mais tempo por essa deliciosa dança solar! :)


BjOO"s

Carlos Eduardo Leal disse...

Anne,
Creio que a fotografia é sempre da alma, desperta pelos sonhos...meus, seus, nossos. A delicadeza da sua lente é a delicadeza não só dos teus olhos, mas do que deles se deixa entrever através das suas palavras.
bjs
Carlos Eduardo

AC Rangel disse...

Que linda poesia. Quanto sentimento, quanta paixão. Que o sol brilhe cada vez mais na parede do teu quarto, junto com este amor que descreves com tanto carinho.
Beijo

Avassaladora disse...

Anne... Anne...

Esse negócio de lembranças fotografadas na alma dói..

Ainda mais quando temos um "baú de fotos"...


Poema encantador!


Um lindo início de semana para vc!


Beijos e carinhos!

Anne disse...

Luuuuuuuuuuuuuuu!
Que beleza tu de volta. Que foto bem linda!

Beijos

Anne disse...

A.C.
Essa dança é tudo de bom :-)

Beijo

Anne disse...

Carlos Eduardo
Momentos pescados na lente da alma...

Beijo

Anne disse...

Rangel,
Paixão, amor e carinho - trio provocado e alimentado por palavras e poesia...

Beijos :-)

Anne disse...

Ava,
Só dói qdo a imagem fica embasada!!

Beijos :-)

Flavio Ferrari disse...

As linhas da vida são sempre tracejadas...

A.Tapadinhas disse...

O sol é como tu: qualquer pretexto serve para dançar...

...e qualquer tema para fazer um bom poema...

...ou uma pintura...

Beijo.
António

Anne disse...

É Flávio, o que faz com que a vida seja tão interessante...

Anne disse...

António,
Tens razão, mas deixo a pintura pra ti...

Beijos ensolarados :-)

Janaina Brum disse...

Anne, há um tempo, escrevi um poema olhando uma imagem muito semelhante à da tua foto... só que o sol estava refletido no teto e, por isso, chamei-o de abajur...
Muito belo o que escreves!
Beijos de luz!
Jana

Janaina Brum disse...

Eis:

"Toda vez que venho
tenho uma sensação estranha
que se entranha
que mora.
uma sensação que não sabe se dizer
se ri
melancolia
uma sensação de estar em um
lugar aleatório
sem ser por acaso
uma sensação.
O abajur não descansa
e faz danças no teto
sem que eu possa dormir.

Toda vez que venho
tenho a sensação de que
é inútil dormir
sensação que mora
quimera
sem pontuação alguma
o abajur insiste em
fazer danças em mim
e me fazer dançar
toda sensação melancolia
tenho vontade de estar aqui só
quando estou.

Toda vez que venho - aqui -
mora sensação
melancolia
abajur
desabandono -
o sono -
dançar no teto de um
lugar aleatório
uma sensação pontual.
Não moro mais na
quimera -
ESTOU AQUI"

A imagem que tenho na mente é muito semelhante! Me impressionei! Beijinhos e até a noite!

Luna Sanchez disse...

Formas aparentemente casuais, podem servir de inspiração, mesmo.

Sou chegada em observar nuvens, folhas caídas no chão, poças d'água...pq não o sol, tatuando as paredes, pelos vãos da janela?

Um beijo,

ℓυηα

Amanda Arthur disse...

Poesia com mãos e olhos da poetisa... Adorei seu despertar!
Beijo e ótima semana!

Anne M. Moor disse...

Jana,
Lindo teu poema... Essas imagens aparecem do nada e se instalam...

Beijão

Anne M. Moor disse...

Luna, e por que não? :-)

Anne M. Moor disse...

Amanda,
Saudades tuas querida! Ser mãe muda nossas vidas nénão???

Beijão

Suzana disse...

Janelas d'alma...
bjs

Anne M. Moor disse...

Que eu faço questão de manter abertas Suzana!! :-)

Luisa Fernanda disse...

Querida, que melancolía la tuya, mas de verdad no hay cosa mas linda que el despertar y ver la luz que entra por las ventanas, de la casa, y del alma. Beijos

Avassaladora disse...

Anne, saudades!

Beijos!

Anne M. Moor disse...

A minha vida virou um caos simpaticamente punk!!!!!!!!!!!
´Já volto...

C. disse...

Pode vir o sol que vier mas essas fotografias nunca desbotam num é.

A.Tapadinhas disse...

É um quarto cheio de efeitos especiais!

:)

Uma boa semana!

Beijo,
António

Obrigado pelas tuas palavras lá no meu blogue! Por causa do FB, quase não me lembro de o visitar!

Anne M. Moor disse...

E não é?! Rsrsrs

O Fb nos tirou dos blogs...

Beijão e bom domingo.

Anne