domingo, 21 de junho de 2009

Climas


Começa o inverno
e o tempo o desmente!
O calor do coração zomba
com a estação que se achega.
O frio anunciado não quebra
o aconchego instalado,
nem abala as tormentas
expressadas. Traz a
promessa do estar junto,
da energia gerada,
e a magia do crepitar
das labaredas da lareira.

© Anne M. Moor

5 comentários:

Carlos Eduardo Leal disse...

As estações da vida nos desmentem a todo o instante e, no entanto, sempre acreditamos que vale a pena viver nas estações da poesia.
Lindo poema!
Bjs
C. Eduardo

Anne M. Moor disse...

Carlos Eduardo,
Sem poesia a vida não tem a mínima graça... :-)

Beijo

A.Tapadinhas disse...

Com a tua insistência, ainda começo a acreditar que há frio no Brasil!

Beijo.
António

Anne M. Moor disse...

E neva António em partes do Rio Grande do Sul e Santa Catarina...

Beijos :-)

Cadinho RoCo disse...

O inverno chega querendo de nós a busca do calor.
Cadinho RoCo