quarta-feira, 17 de junho de 2009

Há...


Há sem dúvida quem ame o infinito,
Há sem dúvida quem deseje o impossível,
Há sem dúvida quem não queira nada

Três tipos de idealistas, e eu nenhum deles:

Porque eu amo infinitamente o finito,
Porque eu desejo impossivelmente o possível,
Porque quero tudo, ou um pouco mais, se puder ser,
Ou até se não puder ser...

Alvaro de Campos

10 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Realmente devemos querer mais, o que devemos tomar cuidado é com os métodos utilizados para conseguir isto.
Parabéns pelo blog.
Um abraço

Carlos Eduardo Leal disse...

Lindas palavras que se harmonizam com a belíssima foto. Fica a questão sobre a foto. São duas pessoas que se juntam e se perdem no infinito ou são duas que após um longo caminho acabam por se separar? Amor infinito ao finito?
Bjs
Carlos Eduardo

Anônimo disse...

...(continuando a suposição do comentário anterior)...desde que uma das pessoas não aniquile a outra e siga sozinho, para mim, já tá de bom tamanho! bom gosto - álvaro dos cammpos.

Avassaladora disse...

"Estou hoje vencido, como se soubesse a verdade.
Estou hoje lúcido, como se estivesse para morrer,
E não tivesse mais irmandade com as coisas..."

Álvaro, sempre ele... FP sabia das coisas...

Momento + ou -...

Anne, não ser nenhum idealista não é facil...rs

Beijos

Anne M. Moor disse...

Wanderley,
Certamente... Meu espaço acaba onde começa o do outro...

Obrigada

Abraços

Anne M. Moor disse...

Carlos Eduardo
Depende do momento de cada um :-)

Beijos

Anne M. Moor disse...

Anônimo (Who are you?)

Alvaro de Campos é tudo de bom...

Abraço

Anne M. Moor disse...

Ava,
E quem disse que viver é fácil???????????????????? rsrsrsrss

Beijos

AC Rangel disse...

Há quem ame o infinito e há quem ame vc. Os idealistas amam a ambas.
Beijo

Anne M. Moor disse...

Rangel...

rsrsrsrsrs Será que te entendi???

Beijos possíveis :-)