sábado, 11 de julho de 2009

A dor da solidão



Ao ver nas rochas os leões marinhos
Entendo sua fascinação pelo mar, pelo sol.

O bater das ondas contra as pedras a fazer
um barulho ensurdecedor qual solidão em
meu peito a bater-se contra a realidade.

Eu com o olhar perdido no horizonte
Pensamentos no que poderia ser.

Cheiro do mar, do sal a encher
Meus pulmões de esperança
De energia pra continuar...

© Anne M. Moor

4 comentários:

{Nanda}_FX disse...

Lindo...
simplesmente perfeito teu poema


amei...

bjs no coraçao

Ava disse...

Anne, e há lutas inglórias...

Lutar com sentimentos sempre é inglório...

E essa sensação do que poderia ter sindo...

Amiga querida, esse é o pior dos sentimentos... Porque vem carregado de um vazio imenso...

Vazio de algo que foi sonhado...mas que não foi realizado...



Madrugadas não são boas companheiras para essas divagações...rs


Boa semana para voce!


Beijos e carinhos!

Anne M. Moor disse...

Nanda
que bom que gostaste,,,

Bjos

Anne M. Moor disse...

Ava,

Não deveríamos lutar contra a solidão... Ela faz parte de nosso cotidiano... Mas as vezes...

Bjinho