sábado, 29 de agosto de 2009

Quer dançar comigo?


Dançar
Dançar até o amanhecer
lembra os anos instalados
Em gemidos!

MAS...

Dançar até o amanhecer
Retira as teias embaralhadas
Da alma!

Dançar até o amanhecer
Alça os pés em vôos noturnos
De sonhos musicados!

Dançar até o amanhecer
É companheirismo na certa
Em recordações gostosas!

© Anne M. Moor

13 comentários:

Denise disse...

"Dance, como se ninguém estivesse olhando". Me ocorreu esta frase ao ler teu post.

Saudades de dançar... muito...

Bailando por la vida!!

bjudefimdesemanaensolarado!!!!

Anne disse...

Denise
¡Y vamos bailar!

Besitos

Udi disse...

Quantas possibilidades de dança!
Como diz rita lee: "dançar prá não dançar".

beijos, Anninha!

Flavio Ferrari disse...

Dança e contradança
Faz bem para a alma
e reduz a pança

rm disse...

Mas pode-se dançar à breca
Que não nasce cabelo na careca...

Anne disse...

Todos a poetar a partir da dança!!! :-)

Beijos aos 3 - Udi, FF, e rm

Janaina Brum disse...

Dançar é algo, Anne! Sempre!
Bjs

Anne M. Moor disse...

E como Jana... e como!!

Beijos e bom domingo

Carlos Eduardo Leal disse...

Dançar para não 'dançar' é o que dizem! Mas suas palavras me ajudam a dançar na linha dura da vida e, assim fazendo, dar colorido aos dias.
Um bj e lindo resgate do you tube
Carlos Eduardo

Anne M. Moor disse...

Carlos Eduardo

Obrigada pelo carinho! Dançar traz cor pra vida sim.

Beijos

Anne M. Moor disse...

The King and I é um filme daqueles que a gente vê várias vezes com prazer!!

E quando escrevi o poema, lembrei-me em seguida desta canção do filme que é linda...

vittorio disse...

boa idéia
afinal estamos dançando literalmente
Até que seria muito bom

beijos
Vittorio

Anne M. Moor disse...

Vittorio

Obrigada por aceitar meu convite rsrsrsrs

Beijo