domingo, 10 de janeiro de 2010

Luz


Era uma vez...
duas borboletas coloridas
que de voar gostavam imenso.
A luz que ainda emana dos voos
brilha com intensidade a nos lembrar que
tudo muda,
tudo se transforma,
tudo urge,
mas a luz permanece!

© Anne M. Moor

12 comentários:

Denise disse...

Oi Anne..
Saudades de vir aqui!!

Borboletas me lembram mudança, transformação.... vida...
No Japão a borboleta é um emblema da mulher, por ser graciosa e ligeira.

Assim como nós...

bjum

Anne M. Moor disse...

Denise
Saudades tbm! "Assim como nós" rsrsrsrs

Beijos
Anne

A.S. disse...

A luz, torna o voo incandescente, acendendo todos os trajectos!


Beijos...
AL

Anne M. Moor disse...

AL

Com certeza! :-)

Bjos
Anne

vittorio disse...

Mudanças constantes, tantas a nos mostrar as nossas infinitas possibilidades.
Escolhas, tantas as há, entre a infinidade de alternativas.
Pois que sejam as borboletas a nos indicar novos caminhos, e de quebra, quem sabe convidar os pirilumes num balé de luzes e de cores nas telas do amanhã.

As cores e as luzes... as palvras e os sons... a vida

que o ano seja repleto de amor e esperanças
beijos
Vittorio

Graça Pereira disse...

É a vida que começa neste ano, colorida, intensa, brilhando com luz propria para si e espalhando no caminho dos outros.
Beijos.
Graça

Anne M. Moor disse...

Vittorio

Estava com saudades...

Que a gente sempre permita as mudanças na vida pra não morrermos sufocados!!!

Beijão
Anne

Anne M. Moor disse...

Graça

E que o ano seja amigo...

Beijo grande
Anne

A.Tapadinhas disse...

A borboleta é um manancial de cores, que tem o condão de despertar a nossa imaginação...

...e despertar a veia poética das pessoas sensíveis...

Beijo colorido,
António

Anne M. Moor disse...

António

Como tu... :-) As borboletas tem uma vantagem... elas gostam de voar!

Beijos voadores

rm disse...

Ô Anne,
essas brabuleta por acaso tinham asas branca e listra azuir? rss

Anne M. Moor disse...

rm

A cor depende do momento :-)

Beijos
Anne