quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Mais uma vez...


Uma vez ao ano encontramo-nos. Um grupo que se conheceu no colégio no jardim de infância. Alguns se juntaram à turma ao longo da caminhada. Alguns terminaram a escola ainda juntos, outros mudaram de colégio, de cidade, de país, de continente. Com a vinda da internet, descobrimo-nos novamente e grande parte de nós migramos a Montevidéu para um encontro anual gostoso, surpreende. Em torno de 20 homens e mulheres. Estudaram, saíram ao mundo, casaram, separaram, casaram de novo, tiveram filhos, netos... Cada um com memórias que tornaram possível o reviver, ao longo dos últimos anos, de nossa amizade e familiaridade. Primeiros amores, brincadeiras na praia, sorveterias prediletas que ainda existem, filmes vistos, festinhas... As pessoas surpreendem-se com a lealdade e amor que todos temos pelo colégio que frequentamos e que ainda hoje existe. O reconhecimento da educação que recebemos lá e o momento, anos 50 e 60, que vivemos no Uruguay. Março é nosso mês escolhido para viagens nas alamedas da nostalgia.

10 comentários:

rm disse...

Ô Anne,
o marcador não ficaria melhor se fosse "história de uma cavalgada"? rss

Anne M. Moor disse...

Ou "Meu primeiro amor" rsrsrsrsrs

Mr. Almost disse...

Quando vejo um amigo de infância, seja da escola, seja da catequese, seja da vizinhança,

e mesmo que tenham passado muitos anos sem o encontrar,

olho para ele e sei que ele é amigo, muito antes de conversarmos.

Os amigos de infância ficam para sempre.

Anne, você ficou amiga do cavalinho também?

Rsss...

Anne M. Moor disse...

E tão bom que é isso né Mr. Almost...

Este meu colega mora na Australia hoje em dia. O cavalo não sei rsrs

Beijos
Anne

Ava disse...

Bom dia Anne!

Saudades daqui, de voce, de suas prosas e poesias...

Que lindo esse envolvimento de todos para promover um encontro com amigos de longa data...

Através desses encontros, fazemos uma delicosa volta ao passado...
Com tantas histórias, e detalhes que marcaram nossa vida...

Penso que deve ser emocionante reviver tantas emoções e recordações...


Beijos e carinhos!

Graça Pereira disse...

"As pessoas surpreendem-se com a lealdade e o amor que todos temos pelo colégio que frequentamos e que ainda hohe eiste. O reconhecimento da educação que recebemos lá..."
Como te compreendo!! Também nós, antigos alunos do colégio Nuno Álvares de Quelimane, continuamos fiéis á amizade e o convívio que nos uniu há decadas... estamos espalhados pelo mundo...mas nunca nos deixámos de comunicar. E a saudade é ainda maior porque o colégio já não existe, pelo menos como tal...
Beijos e bom fds
Graça

Anne M. Moor disse...

AVA

Que bom te ver por aqui. Saudades!!!

Beijos
Anne

Anne M. Moor disse...

Graça

Talvez o fato de estarmos todos espalhados pelo mundo faz com que nos prendamos às raizes...

Beijos e bom findi pra ti tbm
Anne

A.S. disse...

Anne...

São esses momentos que devemos valorizar e recordar para sempre. revivê-los, dentro do possivel!!!


Beijos
AL

Anne M. Moor disse...

AL

Com certeza! A familiaridade que se criou enquanto crianças se mantém e todos os anos passamos um ou dois dias juntos revivendo esta amizade gostosa...

Bjos
Anne