quarta-feira, 23 de junho de 2010

Êxtase

êxtase vem dos lugares mais estranhos
é só permitir-se desfrutar de carinhos
sem preconceitos nem medos.

felicidade se encontra nas pequenas coisas
de maneira desinteressada e,
as vezes, distraída.

fascínio vem em pacotes acanhados
a insinuar-se, aos poucos,
no corpo, na alma.

by Anne M. Moor

8 comentários:

Ana Carolina Nunes disse...

Lindo Anne!
Ao olhar pra trás não tenho dúvidas que encontro a minha felicidade nas pequenas coisas. Acabei por me lembrar de uma música do Renato Russo que diz assim "quem me dera ao menos uma vez que o mais simples fosse visto como o mais importante" (Índios). É isso, todos seriam bem mais felizes se dessem mais valor a essas coisas que só aparentemente são pequenas...

Beijos,
Ana.

Anne M. Moor disse...

Ana Carolina

Com certeza são "apenas aparentemente pequenas", pois a vida é formada dessas ínfimas coisas.

Bjos
Anne

vittorio disse...

A poesia a filosofar, um encontro entre a magia da existência e o sentido infinito das palavras.


beijos

Anne M. Moor disse...

Vittorio

Que bom que gostaste meu leitor fiel :-)

Bjos
Anne

A.Tapadinhas disse...

Pensa a Gata - Tenho de arranjar um gato!

Pensa o Rato - Está a ficar difícil! Mas não vou desistir!

Beijo,
António

Anne M. Moor disse...

António

rsrsrsrs A cara do gato/a diz tudo!

Beijão
Anne

Suzana disse...

Êxtase é deixar-se.

bjs

Anne M. Moor disse...

Suzana

Pois!

Bjos
Anne