domingo, 17 de abril de 2011

Incoerência


Quanto mais velha fico
Mais admiro a coerência
Nas pessoas, enquanto
Busco a mesma coisa
Na vida... ou será no sonho?

Utopia? Querer que quem
Ame saiba agir dentro de
Uma aura de carinho e
Companheirismo na trilha
De palavras, vontades, ações?

Andar por caminhos gostosos

Na coerência das palavras,
Da vontade, do agir,
é o exercício de uma vida,
também incoerente!

Incoerência é precursor de
Uma perplexidade insana
A povoar dias e noites num
Pensar em rodopios de
Incertezas e certezas!

© Anne M. Moor

10 comentários:

nacasadorau disse...

Incoerente?
Discrepância, falta de lógica, não me parece nada utópico o que me diz neste poema, querida Anne.

That's simply life... always worth living.

Bjs

Anne M. Moor disse...



Obrigada pelo carinho minha amiga!

bjos
Anne

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Anne, que poema lindo: insurgente; pois a vida se lentifica na incoência... já que ela alimenta a potência do falso. A coerência cativa, enternece, pulsa energizante e vitalizante... utopia? não, vida revolucionária.Abraços com imensa ternura; Jorge

Anne M. Moor disse...

Jorge B.

Obrigada pela ternura - estou precisando hoje...

bjos
Anne

Márcia disse...

Anne,incoerência seria não fazer buscas utópicas, sem isso, não acredito que exista o viver!!Achei terno o que escrevestes!És inspiradora!!Boa semana!Bjs! Márcia Duarte

Luna Sanchez disse...

Eu acho que a maturidade traz o direito de ser incoerente quando isso apetece porque já se pode assumir riscos calculados...rs

Será que é assim, Anne?

Um beijo grande e uma semana bem bonita pra ti! ;)

Anne M. Moor disse...

Márcia

Obrigada. E sim, utopias fazem parte das nossas vidas.

bjo
Anne

Anne M. Moor disse...

Luna

É verdade sim rsrsrsrs

bjos
Anne

Jorge Lemos disse...

Que manto enorme envolve a utopia? Seria por acaso os sonhos que se perderam no tempo ou o desejo amplo da materialização da felicidade? Busco, como vc Ane, pelo sonho de poeta, a palvra que se transforme no "abra-te" e o o coração se abre para receber plena a felicidade. Como é bom sonhar...
JL

Anne M. Moor disse...

Jorge L.

Sonhar é indispensável meu amigão nénão?

beijos
Anne