segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Paz


A confiança em nós e no outro
Nasce de uma comunhão de
Sentir, de escutar e de ouvir
Refina-se na segurança do amar
E na conversa entre almas
Em silêncios quietos e por vezes
Em vozerios arteiros que provocam
E são provocados a desenhar
Momentos maduros de paz

© Anne M. Moor

15 comentários:

Luna Sanchez disse...

Lembrei de Gilberto, Anne :

"Eu vim
Vim parar na beira do cais
Onde a estrada chegou ao fim
Onde o fim da tarde é lilás..."


;)

Beijokisses.

Anne M. Moor disse...

Luna

Com estrelas... :-)

beijokisses
Anne

Adilson - Rio de Janeiro - Brazil disse...

Oi Anne estive no Prozac e deixei uma msg lah ... bom te ver ... abraços
Adilson

Anne M. Moor disse...

Adilson

Obrigada pela preocupação e pelo carinho. Ando um pouco sumida sim, mas estou bem e produzindo, se bem que bem menos.

Passa aqui sempre.

beijos
Anne

Jorge Lemos disse...

Anne

De paz, muita paz, precisamos
neste caminho da vida
Ouvi vc sussurrando
para as coisas da minha lida.

Amei

Lemos

A.Tapadinhas disse...

Momentos maduros de paz todos nós precisamos...

...já agora com um pouco (muito!!!!) de amor à mistura!

Beijo com amor,
António

Anne M. Moor disse...

Jorge L.

É tão bom ter você por aqui... E que bom que gostaste do poema.

beijão
Anne

Anne M. Moor disse...

António

Nos últimos anos tenho priorizado o amar ao amor. :-)

beijos em paz

Anne

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Todos nós estamos tão precisados de paz...há muito descontrolo por aí que magoa.
Gostei do teu poema.
Beijocas.
Graça

Anne M. Moor disse...

Obrigada Graça pelo carinho!

bjs
Anne

Anônimo disse...

Quantas saudades de ti, dos teus poemas, das coisas que tornam a vida mais bela.
Ausência minha nas páginas sempre repletas de vida.
Mas pelo menos vai ai uma ótima nividade estamos realizando o 1º Concurso Literário da AMLAC.
Divulgue, basta ir no www.amlac.com.br, clicar em eventos e pronto. está tudo lá.
espero que a nossa acadêmica póssa ser a embaixadora do concurso neste sul maravilha, repleto de poetas mil, trovadores, romancistas enfim artistas de 1ªgrandeza.

Beijos

Anônimo disse...

Vou me reeducar assim não preciso me identificar pelo anônimo...rsrsrsrsr
É a única forma de enviar a mensagem, esse anônimo é o Vittorio de Vinhedo.
Vamos indicar o amigo tapadinhas como embaixador do Concurso literário da AMLAC, em Portugal´. tido a ver não achas.

Anne M. Moor disse...

Vittorio

Sabia que eras tu :-)

Para enviar comentários aqui escolhe a opção "Nome/URL" que aí vem com teu nome rsrsrs

Saudades tuas...

Vou encaminhar as indicações do concurso para o maior número de pessoas.

beijão
Anne

Silvia King Jeck disse...

É bem assim nossa relação de irmãs de alma, minha querida amiga.

Anne M. Moor disse...

:-)

bjs Silvia

PS. Além de ser tbm minha relação com uma pessoa muito querida.