sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Mais um ano (2)...

Há (...) anos nascia, meu primogênito. Criança muito esperada, desejada e festejada. Nasceste numa madrugada quente. Pra mim, a coisa mais linda e para o médico e enfermeiras a criança com os ombros mais largos que haviam visto até aquele momento! De nenê sempre tiveste dificuldade de dormir – muitas vezes dormia eu primeiro, tentando te fazer pegar no sono – certamente quando não estavas pronto pra dormir!!!! Sempre tiveste vontades tuas, que nem sempre eu respeitei por absoluta imaturidade. Sei que não gostas do teu aniversário. Nunca entendi muito bem por que. Talvez por que nunca te perguntei... Quem sabe tem algo a ver com o teu primeiro aniversário... Nesse dia, a tua irmã já estava no pedaço (conseqüência de minha imaturidade). Mesmo assim, fiz uma festa pra ti logo que voltei do hospital com a tua irmã. Menino, foste sempre calmo, pacato e amigo, de uma paciência inacreditável. Adolescente foste em Rio Grande onde tivemos uma vida boa. Introspectivo, lias nos intervalos dos jogos de futebol de rua, brincavas de polícia ladrão e fazias viagens de bicicleta ao Cassino com a turma. Foi uma época que tu e a tua irmã mais velha eram muito amigos e conversavam muito. Tão bonito de ver. Foi nesta mesma época que passaste a ser, não só meu filho, mas meu AMIGO e me ajudavas a entender o processo de ser mãe em um casamento que estava fazendo água. Ajudaste-me a lidar com os conflitos com teus irmãos. Sofreste junto comigo, mas sempre em silêncio. Silêncios eloqüentes e solidários. Tu, junto com os teus irmãos me mantiveram sã. Ainda adolescente voaste do ninho, mas não do meu coração. Sofri. Sofreste. Senti muito a tua falta, mas te entendia e, afinal, só queria a tua felicidade. Homem, achaste-te na carreira escolhida o que te fez hoje uma pessoa de sucesso profissional. Tenho muito orgulho de ti. Sei o que isso te custou. Marido, foste doce, amante e companheiro. Sofreste de novo. Irmão de muitos (os de cá e os de lá) com dedicação, responsabilidade, companheirismo e amizade. Adulto passaste a ser companheiro, mesmo de longe, da minha vida, de meus amores impossíveis e possíveis. Longas conversas tivemos e ainda temos entre momentos de silêncios respeitados. Também passaste a viver experiências que sempre almejaste, mas que, por uma razão ou outra, não havias conseguido concretizar – carros, pára-quedas, motos, jipes, windsurf... Quando compraste teu primeiro carro vibrei contigo e os que viram depois também. Ver os filhos adquirir o que querem com o suor de seu próprio rosto é fenomenal! Hoje, no teu aniversário, momento novo de vida pra ti, te desejo toda a felicidade do mundo. I love you!

HAPPY BIRTHDAY MY LUV!

17 comentários:

Flavio Ferrari disse...

Eu também amo meus filhos ...
Parabéns pela mãe, primo.

A.Tapadinhas disse...

Parabéns ao primogénito... e à mãe!
Esperto o moço: dormir era perder tempo, tinha outras coisas mais importantes para fazer...
Beijo.
António

ANA disse...

Que hijo tan hermosote!
Qué orgullo ser su madre no?, tu amigo,
Mi hijo, el mayor tiene casi 13 años, y el pequeño, casi 11,
mi matrimonio tambien hizo aguas, bueno digamos que se hundió ya hace dos años. Me siento muy identificada en muchas cosas, con la historia que he leído sobre tu hijo, pero sobre ti, sobre las dificultades para sacar adelante y criar, en soledad a unos hijos.
Un gran abrazo Anne, mis felicitaciones para los dos. (aunque tu no cumplas años)
ana.

Jorge Lemos disse...

Este bom aquariano (como eu) que tenha vida longa: muitas felicidades......

Udi disse...

Parabéns ao filhão e à mãe coruja!

Mas, Anne, você nem disse o nome dele?! Vai guardar assim, tão bem escondido?

richard disse...

Parabéns Derek, a ti e a esta família que é a melhor do mundo...que continuemos assim!!!!!!!

Anne M. Moor disse...

Flávio: Amor de mãe e pai não acaba nunca! Esse amor nos ensina a arte de construir nossos eus ao ajudá-los na construção de suas vidas...

Anne M. Moor disse...

António: e a mãe andava sonâmbula hahahahaha
Obrigada

Anne M. Moor disse...

Ana: Gracias! Guapo!! Tengo un orgullo imenso de ser madre de los QUATRO :-)
El mio hundió hace 20 años. Los primeros años son los más dificiles! Pero después... la vida continua y se recontruje (reconstruye...)
Besos

Anne M. Moor disse...

Então Jorge, você tbm é Aquário... Qdo é seu aniversário???
Abraço grande

Anne M. Moor disse...

Udi... obrigada amiga... O irmão dele lhe deu nome hahahaha Nem tinha visto que escrevi o texto todo sem dizer o nome... O nome dele é Derek George :-)

Anne M. Moor disse...

Richard, bom te ver por aqui filhote. E continuaremos assim SIMMMMMMMMMMMMMMMMMM - nos amando!
Beijão lindo

disse...

Derek,além do seu nome,
tudo é bonito aqui:
O texto,o filho, a mãe, a data e o
amor.
Parabéns.
Lú.

Maria disse...

Mais um feliz aniversário mamãe.
Bjs

Jennifer disse...

Derek parabens denovo, e mãe você tá muitooooooooooooooooooooo coruja, mas nossa família é o maximo, amo meus irmãos. E concordo com o que falasse do derek. Beijos

Anne M. Moor disse...

Filha: SEMPRE coruja, afinal (com a ajuda do pai de vcs :P) fui eu que os fiz... hahahahhaha E vcs são todos muito lindos!!!

Marilyn disse...

Me ha gustado mucho lo que le escribiste a tu hijo, todo lo que han compartido desde que nacio. Te felicito por tu familia tan linda. (A mi hijo tampoco le gusta celebrar su cumpleanos!) Marilyn