quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Há momentos...


Há momentos em que quero
Recuperar amores que acabaram
Que foram se apagando como
Uma vela no vento...

Há momentos em que sonho
Com o que foi ou poderia
Ter sido em outro contexto...

Há momentos em que choro
A saudade do que parece ainda ser...

Há momentos em que deixo de pensar...

© Anne M. Moor

16 comentários:

Janaina Brum disse...

E é tão bom não pensar às vezes, Anne...
Beijos!

Ava disse...

Anne, querida...

Acho que esses momentos em que a gente deixa de pensar...

Ou não quer pensar...

Acho que estou nesse momento... se pensar mais... minha cabeça explode...rs

Melhor seria momentos de sonhos... de fantasias... de doces ilusões...
Momentos que noa faz viajar pelo mundo da imaginação...

Esses são os doces momentos...


Beijos em seu coração

rm disse...

Ei Anne,
deve ser bom; eu nunca consegui deixar de pensar...

A.Tapadinhas disse...

Dizemos nós: Quem muito pensa, pouco acerta!

Beijo pensativo,
António

Anne M. Moor disse...

Jana
Tão bom tão difícil! Vez por outra eu perco o botão de desligar!

Beijos

Anne M. Moor disse...

Ava

Os doces momentos vem e vão...

Beijos

Anne M. Moor disse...

rm

Nem eu, se bem que tento...

Bjos

Anne M. Moor disse...

António

Chiiiii então estou ferrada!!!

Beijos ainda pensantes :-)

Janaina Brum disse...

É, Anne, posso dizer que sofro do mesmo mal! É só ver a hora que é e a hora que tenho que dar aula amanhã (hoje)! Beijo do tamanho do universo, poeta!

Anne M. Moor disse...

Outro pra ti Janaína! Queres me dizer por que escolhemos ser professoras????????????????

Beijo grande

Amanda Arthur disse...

Às vezes é preciso silenciar os pensamentos para poder ouvir-se a si mesmo...
Beijo grande!
Amanda

Anne M. Moor disse...

Amanda!
Voltas dizendo o mais certo... E como é difícil ouvir-se quando não queremos!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Como está o Theo? E tu?

Beijos

Amanda Arthur disse...

Anne, querida. Estamos todos bem, obrigada. O Théo está um tagarela, cheio de personalidade. Sagitariano, curioso e cheio de si, dá logo pra ver! E eu curtindo meu pequeno o mais que posso... Aos poucos fui me acostumando à esta nova vida maluca de mãe e hoje posso dizer que estou me saindo bastante bem na arte de me dividir e multiplicar. Às vezes bate um cansaço, mas logo-logo me reanimo lembrando do propósito de tudo isso. E como é bom! Besitos e obrigada pela visita ao Sarau.

Anne M. Moor disse...

AManda
Grava e toma nota desta fase do Theo. É uma fase mágica!

Beijão

Janaina Brum disse...

Anne, não sei pq motivo, mas estou pensando em ser cinear]sta! rsrsrsrs! Beijo

vittorio disse...

Há instantes em que o tempo inexiste
Há instantes em que o espaço se limita
É nesse instante que estou perto de mim.

Beijos
Vittorio