domingo, 9 de janeiro de 2011

Linguagens


extrapolar o comum pode ser mágico
e sentido nas linguagens do corpo

proximidade acorda sentimento

vento em velocidades diversas
traz sensações de limpeza,
ensinamento e relaxamento

perfume de árvores e plantas diversas
de grama recém cortada
de zorrilhos
despertam memórias
de tempos outros e adormecidos

imagens em constante mudança
mostram belezas nunca vistas.

© Anne M. Moor

8 comentários:

Silvia King Jeck disse...

BELEZA, AMIGA! ATÉ O "AROMA" DO ZORRILHO TRAZ DE VOLTA MEMÓRIAS E SENSAÇÕES. GRAMA MOLHADA ENTÃO, NEM SE FALA!
AINDA NÃO DESENVOLVI ESTE TIPO DE COMUNHÃO COM NITERÓI PORQUE O QUE ESTÁ GRAVADO LÁ NO FUNDO AFLORA MAIS FORTE.
BJO, SILVIA

Anne M. Moor disse...

É Silvia

As memórias da infância e juventude tomam conta nestes momentos...

beijos
Anne

Rolando Palma disse...

Viajar é preciso, dizes...
É verdade. Faz falta respirar ar novo, ver as coisas de ângulos diferentes, sentir os pequenos pormenores de outros locais, de outras gentes.
Por vezes... viajamos cá dentro. São as meórias ( o que seríamos nós sem as memórias? ).

Mas o que conta mesmo... ( creio ) é viver aquela sensação de que o presente é na realidade o único tempo que temos na mão...


( Eu é que agradeço a sua visita. O prazer e o delírio das palavras é um vicio... e tem que ser partilhado. )

Tudo de bom para você.
Rolando

Anne M. Moor disse...

Rolando

Obrigada pela visita. Volte sempre que tiver vontade e será sempre bem vindo.

As memórias nos lembram de quem somos e de onde viemos e, de certa maneira, para onde vamos.

grande abraço
Anne

Jorge Lemos disse...

Anne

Sentir simboliza vida.

Vida inspira amor.
Amor inspira paz.

Paz, o verdadeiro sentido da busca.

Emcontro paz aqui, em suas palavras.

Beijão do
Lemos

Anne M. Moor disse...

E Jorge, você tem razão.

beijão
Anne

olhar disse...

é bom demais mesmo!!!
Imagino o quanto curtiu!!

beijos com carinho!

Bia

Anne M. Moor disse...

E foi mesmo Bia!

bjos
Anne