domingo, 23 de janeiro de 2011

Será ...


a vida escorre por entre os dedos
por entre as frestas abertas por desejos e quereres
o amor acena de longe, de perto, nem sei de onde
talvez seja de dentro...
o eu que enxergo no espelho é o tu com todos
os teus problemas, desejos e quereres
é tão difícil
será possível?
será?
será!

© Anne M. Moor



18 comentários:

Flavio Ferrari disse...

Se fosse simples ... bem, então seria simples mesmo ...

Anne M. Moor disse...

Ooooo FF, e o complicado pode se estressante mas é melhor nénão? :-)

Carlos Eduardo Leal disse...

Anne, teu texto me fez lembrar "O que será que será" do Chico e do Milton. Pelas nossas frestas escoam, (ecoam?)
palavras inauditas/interditas.
Bjs

Anne M. Moor disse...

Carlos Eduardo

Tão bom te ver por aqui de novo. Acho que escoam E ecoam rsrsrsrs

Beijos
Anne

A.Tapadinhas disse...

Do outro lado do espelho a vida é muito mais interessante. Eu acredito na Alice!

Beijo maravilha,
António

Anne M. Moor disse...

António

E eu também :-)

Beijos
Anne

Cáh disse...

Nossa, aqui é tudo muito lindo!


Parabens...


Um beijo

Anne M. Moor disse...

Cáh

Seja bem vinda e volte sempre que tiver vontade de delirar um pouco com poesia :-). Será sempre muito bem vinda!

bjos
Anne

Graça Pereira disse...

Talvez a vida escorra por entre os dedos e as frestas...á procura do amor! Será?
beijo
Graça

Anne M. Moor disse...

Graça

Quem sabe... :-)

bjos

Anne

Solange disse...

é de dentro que a vida escorre...

e a gente tentando conjugar o verbo...
viver...
viver...
viver...

beijo enorme !

Anne M. Moor disse...

Solange

Já desisti! Agora só vivo!

bjos
Anne

Márcia disse...

Anne vim agradecer o comentário que deixaste no meu blog!Fiquei tão feliz!Bjs

Anne M. Moor disse...

Márcia

Voltarei :-)

bjos

Anne

Jorge Lemos disse...

Anne

Há de ser? será...

A causa é apenas um segredo.

Tô saaudoso

Lemos

Anne M. Moor disse...

É Jorge... e será!

beijos saudosos
Anne

Ana Martins disse...

É minha amiga, é possível!

Bela reflexão!

Beijinho,
Ana Martins

Anne M. Moor disse...

Ana

Obrigada! Que Deus te ouça :-)

bjos
Anne